Início Novo berço de movimentação de cargas é inaugurado no Porto do Itaqui pela Suzano, que irá focar na exportação de celulose no local

Novo berço de movimentação de cargas é inaugurado no Porto do Itaqui pela Suzano, que irá focar na exportação de celulose no local

março 30, 2022 às 1:51 am
Compartilhe
Siga-nos no Google News
O Porto do Itaqui continua expandindo novas áreas para a movimentação de cargas e o novo berço de exportação de celulose da companhia Suzano abre portas para novas operações no local
O Porto do Itaqui continua expandindo novas áreas para a movimentação de cargas e o novo berço de exportação de celulose da companhia Suzano abre portas para novas operações no local. Fonte: Divulgação

O Porto do Itaqui continua expandindo novas áreas para a movimentação de cargas e o novo berço de exportação de celulose da companhia Suzano abre portas para novas operações no local

Durante a última quinta-feira, (24/03), o Porto do Itaqui inaugurou o mais novo berço de movimentação de cargas, construído pela companhia Suzano, que será a responsável pela administração do local. Assim, o porto expande ainda mais as operações de exportação, com foco no transporte de celulose, e garante uma presença ainda maior dentro do setor de portos do Brasil.

Notícias relacionadas:

Companhia Suzano faz inauguração do novo berço de movimentação de cargas do Porto do Itaqui, responsável pelas operações futuras de exportação de celulose no local 

O Porto do Itaqui vem há alguns anos com o seu projeto de expansão na movimentação de cargas, tanto dentro quanto fora do mercado nacional, e pretende se tornar ainda mais relevante para o setor portuário nacional. Assim, a companhia Suzano colaborou com esse processo e fez a inauguração do mais novo berço de movimentação de cargas no porto, que será o local responsável pelas operações de exportação de celulose, com foco no mercado europeu durante os próximos anos

Além disso, a empresa continua com um projeto de infraestrutura para a sua área arrendada no Porto do Itaqui, visando garantir um crescimento ainda maior no local. Com isso, o projeto inclui, além da construção do berço já finalizado, um armazém em fase de obra, que representam em conjunto um investimento de R$ 390,2 milhões, uma vez que a  Suzano assegurou o direito de investir e explorar o local por 25 anos em um documento assinado pela Suzano com a Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários (SNPTA), a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e a Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap).

Com a inauguração do novo berço de exportação de celulose no Porto do Itaqui, a Suzano conseguiu expandir ainda mais a sua presença no setor de portos nacional, uma vez que ela já possui empreendimentos para o escoamento desse produto em locais como o Porto de Santos (SP) e do Portocel (ES), porto administrado em parceria entre a companhia e a Cenibra. Agora, o Porto do Itaqui será o palco dos investimentos futuros da empresa dentro desse segmento. 

Administração do Porto do Itaqui comemora sucesso nas operações de exportação de celulose no novo berço da Suzano, que começou a ser testado em fevereiro

Toda a cadeia de escoamento dos produtos no novo berço da Suzano já havia sido testada durante o mês de janeiro, com a atração do navio Arborella, que fez a exportação de uma grande quantidade de celulose para a Europa. No entanto, apesar de já ter uma perspectiva sobre os resultados, a administração do Porto do Itaqui comemorou a construção e inauguração dessa nova estrutura e o futuro da movimentação de cargas no local. 

Com isso, o presidente do Porto do Itaqui, Ted Lago, comentou que “O 99 é o nono berço do Itaqui e é mais uma obra que demonstra a confiança do investidor privado no porto público do Maranhão. Ele integra o nosso plano de expansão para atender às demandas do mercado e a previsão é de que amplie a nossa capacidade de movimentação em aproximadamente 4,5 milhões de toneladas de cargas por ano. No período de 2015 a 2021 foram investidos cerca de R$ 2 bilhões no Porto do Itaqui, entre recursos públicos e privados.”

A Suzano vem operando dentro do segmento nacional desde o ano de 2013 e já conta com milhares de colaboradores, mas a inauguração de um novo berço no Porto do Itaqui irá abrir portas para ainda mais investimentos dentro dessa cadeia de exportação da celulose para o mercado internacional.

Relacionados
Mais recentes