Início O que é necessário para se tornar um Prático de Navios e trabalhar com Praticagem

O que é necessário para se tornar um Prático de Navios e trabalhar com Praticagem

junho 20, 2022 às 9:39 am
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Prático de Navios
Prático de Navios (Reprodução: divulgação)

Sua atividade é baseada no conhecimento sobre pontos e características da área onde é desenvolvida, tais como portos, estuários, costas, baías, rios, lagos, terminais e canais onde trafegam os navios. Assim, a função de Prático de Navios e serviços proporcionam segurança à navegação.

Primeiramente, podemos dizer que o setor portuário é um dos melhores para se encontrar boas oportunidades de emprego. Isso porque o setor oferece diversas oportunidades, além de gerar grandes riquezas para o Brasil. Neste sentido, uma das carreiras mais procuradas pelos entusiastas é o Prático de Navios.

Os Práticos de Navio possuem grandes benefícios. Além de uma remuneração, ele também possui uma carga de trabalho regulada, tornando o seu trabalho mais ágil, com jornadas de trabalho máximas ou mínimas. A proficiência deve acontecer, com atualizações sobre suas atividades de trabalho.

Remuneração de prático: Canal Praticagem do Brasil

Por isso, para os entusiastas de uma vida tranquila, ser um Prático de Navio foi um sonho. Afinal, encontrar uma carreira que ofereça uma boa remuneração dentro de um ambiente de trabalho estável, é o sonho de muitos. Portanto, confira o que é praticagem e como ser um prático de navios!

O que é um Prático de Navio?

Basicamente, o Prático de navio é o profissional que, dentro de uma região específica, está especializado e possui diversos conhecimentos sobre navegação, manobra e condução de navios. Ainda possui informações sobre correntes, portos, mares, ventos e diversos outros perigos submersos.

Neste sentido, o Prático de Navios é uma atividade essencial para a segurança do meio ambiente e das embarcações, estando permanentemente disponível em Zonas de Praticagem. Assim, o Prático não pode recusar-se à prestação de serviços, sob pena de cancelamento ou suspensão do Certificado de Habilitação.

O que é necessário para se tornar um Prático e trabalhar com Praticagem?

Para conseguir ser um Prático, é necessário ter acesso a um concurso público ofertado pela Marinha do Brasil. Para participar, é necessário ser brasileiro, maior de 18 anos, e vale para homens e mulheres. Inclusive, não é necessário formação naval, embora haja necessidade de ter o ensino superior completo em qualquer área.

Em relação ao exercício da função, o local de trabalho do selecionado pode ser em qualquer lugar do Brasil. Atualmente, o país possui cerca de 20 zonas de praticagem. Inclusive, vale salientar que o Prático só possui permissão de trabalhar na zona designado.

Em geral, não há uma periodicidade fixa para a escolha de Práticos de Navio. Ou seja, a seleção depende da necessidade dos postos de trabalho pelo Brasil. Desde 2013, todas as contratações buscam suprir a saída de Práticos, sem maiores contratações em larga escala.

Neste sentido, quando surge um novo posto de trabalho, ou as embarcações não possuem demanda o suficiente, existe a nova contratação de Práticos. Ainda assim, quando o porto aumenta ou os Práticos existentes não são suficientes para cobrir a demanda, existe um novo processo seletivo.

Como podemos exercer a profissão de Prático de Navios?

Primeiramente, Praticagem é uma das profissões mais destacadas dos últimos anos. Assim, ela é uma tarefa milenar, que existe no Brasil desde 1808. Para uma profissionalização na área, não existe um curso específico, necessário apenas o pré-requisito de ser formado em alguma área de conhecimento.

Neste sentido, o ingresso como Prático de Navios é feito por meio do processo seletivo. Vale salientar que não deve ser considerado um concurso público, pois é uma atividade privada, que possui interesse público. Portanto, a Praticagem é regulamentada pela Marinha do Brasil, privativamente.

Entretanto, o processo seletivo é concorrido. Sendo assim, existem diversos cursos e palestras que visam melhorar o conhecimento do concorrente. Nestas modalidades, você cursa 12 meses, para poder ter alguma prática na área. Em seguida, você está apto para começar a sua carreira na área.

Vale a pena investir no ramo de Praticagem? O que é feito?

Como mencionamos, a Praticagem é uma das grandes práticas milenares que existem. No Brasil, ela existe desde 1808, portanto, podemos dizer que ela existe desde os primórdios da navegação. Sendo assim, podemos dizer que ser um Prático de Navios é uma das melhores carreiras que alguém pode ter.

Dessa forma, podemos dizer que o profissional da praticagem trabalha no famoso esquema de rodízio, ou seja, ela manterá a segurança do porto sempre que alguém ou alguma embarcação esteja próxima do local. Para isso, é necessário ter muita disciplina e autoridade.

Assim, quando uma embarcação está próxima ao porto, os Práticos encaram em lanchas — que possuem características próprias — e ficam aguardando no ponto de embarque. Geralmente, o porto fica a uma distância de cerca de 5 km da embarcação, mas, isso pode variar de cada localidade.

Neste parte, acontece o embarque ou desembarque, um dos momentos mais perigosos da rotina do Prático, pois a sua vida está em risco agora. Sendo assim, a partir disso, ela entra em contato com o comandante, que passa todas as características da embarcação.

A partir disso, o Prático compreende como deve ser realizada a manobra, portanto,  nesta parte é onde o navio é trazido até o cais. Embora pareça uma manobra fácil, ela depende de várias condições e características, portanto, o risco de vida, infelizmente, é algo que surge para os profissionais da praticagem.

Onde estudar para ser Prático de Navio?

Primeiramente, vale salientar que o processo seletivo possui diversas matérias envolvidas, que possuem uma grande complexidade. Entre as melhores opções para conseguir sucesso, a Preparação 360 Fundamental se mostrou a melhor opção entre as maiores do mercado, e a mais preparada também.

Em geral, uma grande dúvida sobre a praticagem é a respeito da remuneração. Basicamente, podemos dizer que eles não possuem um contrato específico, mas, que os valores chegam a R$300 mil reais por mês. Por conta das diferenciações de valores no dia a dia, recomendamos que você compreenda mais com o vídeo abaixo:

Por fim, podemos dizer que ser Prático de Navio é um grande desafio, mas, uma carreira brilhante e promissora, dependendo da sua boa vontade para conduzi-la. Portanto, se você acredita ter potencial para entrar na Marinha de forma técnica e singular, aposte na possibilidade da praticagem quanto antes!

Relacionados
Mais recentes