Monday, 29 de November de 2021

Klabin inicia obras para a construção do seu novo centro de celulose no Porto de Paranaguá

Klabin - obras - construção - Porto de Paranaguá - celulose

A Klabin investirá milhões no Porto de Paranaguá para a construção de seu novo centro de celulose, que gerará diversas vagas de emprego durante e depois das obras no município paranaense

A Klabin, uma das maiores produtoras e exportadoras de papéis para embalagens, iniciou as obras para a construção de seu novo centro de celulose no cais do Porto de Paranaguá na manhã desta sexta-feira (30). A ordem para o início da construção foi assinada no início do mês passado pela empresa Portos do Paraná e a expectativa é que o novo centro traga à região cerca de 180 vagas de emprego somente na primeira etapa. Quando estiver pronto o terminal de celulose da empresa criará 170 oportunidades diretas e indiretas.

Continua Depois da Publicidade

Leia também

Investimento de R$ 130 milhões no Porto de Paranaguá

Conheça a historia do Porto de Paranaguá e Antonina em 4K

De acordo com Luiz Fernando Garcia, diretor-presidente da Portos do Paraná, a localização em área primária dará ainda mais agilidade à operação de celulose. Segundo o executivo, é um investimento importante na infraestrutura portuária do Paraná, que gerará oportunidades de emprego e renda para o Litoral de Paranaguá.

Além da compra de sistemas operacionais e equipamentos, haverá também a construção de dois quilômetros de ramais ferroviários e um armazém com uma área de 21.860 m². O estimado é que sejam investidos cerca de R$ 130 milhões, previstos para o próximo ano.

A área PAR01, de 27.530 m², foi arrematada em um leilão realizado em agosto de 2019, pela Klabin. O contrato de aquisição foi assinado no início do ano passado, pondo fim a duas décadas sem novos arrendamentos no Porto de Paranaguá. O contrato de exploração da área é de 25 anos, podendo ser estendido por mais 45 anos.

De acordo com o diretor de Planejamento Operacional, Logística e Suprimentos da Klabin, Sandro Ávila, todos estão felizes com o início das obras para a construção do novo centro de celulose e afirma também que este é um projeto de suma importância para a empresa, que trará uma enorme contribuição tanto de forma econômica quanto de forma social para Paranaguá.

2,2 milhões movimentados no Porto de Paranaguá

A estimativa é que no primeiro ano após a conclusão da construção do empreendimento, a Klabin movimente 1,4 milhão de toneladas de celulose pelo Porto de Paranaguá. Com a conclusão da segunda fase de ampliação da Unidade em Ortigueira, prevista para 2023, a empresa estima movimentar 2,2 milhões de toneladas pelo porto paranaense.

A Klabin também efetua investimentos sociais essenciais no município como, por exemplo, o Programa de Apoio à Gestão Pública, que oferece aos prefeitos, secretários e equipes, ferramentas de planejamento e monitoramento de ações e também técnicas de gestão pública.

A empresa também realiza todas as condicionantes do Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV), incluindo a construção de uma passarela exclusiva no principal ponto de cruzamento ferroviário, que beneficiará pelo menos 2.800 colaboradores, e também programas de educação ambiental nas escolas.

Conheça a Klabin

A Klabin é a maior produtora e exportadora de celulose e papéis do Brasil e também é líder na produção de papéis e cartões para embalagens, sacos industriais e embalagens de papelão ondulado. A empresa foi fundada em 1899 e possui 16 fábricas no Brasil e uma em território argentino.

A Klabin é organizada em quatro unidades de negócios: Celulose (Fibra curta, Fluff, fibra longa), Florestal, Embalagens, Papéis (Papel Kraft, cartão e reciclado). Toda a gestão empresarial está voltada para o Desenvolvimento Sustentável, visando o crescimento integrado e responsável, que une a rentabilidade, desenvolvimento social e compromisso com o ambiente.

Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.