MENU
Portos e estaleiros
Menu
Início Complexo Portuário de Suape irá iniciar a revisão do Plano Diretor para melhorias nas operações

Complexo Portuário de Suape irá iniciar a revisão do Plano Diretor para melhorias nas operações

fevereiro 2, 2022 às 5:04 am
Compartilhe
Siga-nos no Google News
O Complexo Portuário de Suape assinou a ordem de serviço para revisar o projeto Plano Diretor e adequar às novas necessidades do setor de portos, tais como a movimentação de carga atual
O Complexo Portuário de Suape assinou a ordem de serviço para revisar o projeto Plano Diretor e adequar às novas necessidades do setor de portos, tais como a movimentação de carga atual. Fonte: Divulgação

O Complexo Portuário de Suape assinou a ordem de serviço para revisar o projeto Plano Diretor e adequar às novas necessidades do setor de portos, tais como a movimentação de carga atual 

Durante esta última segunda-feira, (31/01), o Complexo Portuário de Suape assinou a ordem de serviço para o início de estudos técnicos multidisciplinares, elaboração da revisão e atualização do Plano Diretor. Esse projeto de revisão visa adequar o plano ao cenário atual do setor de portos e às novas necessidades da movimentação de carga.

Leia também:

Projeto de revisão do Plano Diretor é assinado pelo Complexo Portuário de Suape e deverá ser finalizado em até 15 meses 

O Plano Diretor Suape 2030 foi elaborado em 2011, após o Complexo Portuário de Suape apresentar um período de maior progresso de sua história. Neste momento, o governo assinou e divulgou os aportes de recursos em investimentos da ordem de R$ 710 milhões, volume superior aos cerca de R$ 643 milhões já investidos, desde a criação de Suape. Assim, o projeto tinha como objetivo a criação de novas estratégias para o complexo no setor de portos em um curto, um médio e um longo prazo, visando uma expansão ainda maior da movimentação de carga no local.

No entanto, com as diversas mudanças que ocorreram no segmento desde então, o Complexo Portuário de Suape assinou a ordem de serviço para o início de estudos técnicos multidisciplinares, elaboração da revisão e atualização do Plano Diretor. Quem irá comandar o projeto será o consórcio formado pelas empresas TPF e Ceplan, vencedor da licitação, e o prazo para a finalização da revisão é de cerca de 15 meses.

O projeto contará com um investimento total de R$ 6,8 milhões e servirá para adequar o Plano Diretor ao cenário atual do setor de portos, bem como desenvolver novas estratégias de expansão para a movimentação de carga no local. O objetivo principal desta revisão é o crescimento do Complexo Portuário de Suape e, para isso, é essencial atualizar as diretrizes do plano para os dias atuais. 

Revisão do Plano Diretor permitirá a possibilidade de novos empreendimentos e expansão para o Complexo Portuário de Suape

A crise econômica que o Brasil sofreu a partir de 2014 e a queda do Produto Interno Bruto, mais conhecido como PIB, foram os principais fatores que colaboraram para que o Plano Diretor não pudesse seguir adiante e precisasse ser revisado. Assim, o projeto atual de revisão visa principalmente novas estratégias para o zoneamento atual do complexo, incluindo a atualização do leiaute portuário de Suape frente às novas tecnologias e inovações previstas para o setor, a exemplo da produção de hidrogênio verde.

Dessa forma, o representante da TPF, engenheiro João Recena, afirma que Plano Diretor auxiliará o Complexo Portuário de Suape na atração de futuros negócios e destaca que “Um dos grandes desafios é a questão econômica. É necessário pensar que tipo de indústria Suape espera poder atrair e atuar de forma ordenada para isso. Uma alternativa é pensar, por exemplo, na integração de Suape com o projeto do Arco Metropolitano. Talvez aí estejam locais que possam servir de áreas satélites para Suape, já que há uma dificuldade para encontrar novos terrenos”.

Os outros representantes do complexo também destacam que a revisão do Plano Diretor para o momento atual do Brasil irá abrir portas para novos empreendimentos no setor de portos e garantir um crescimento expressivo em relação à movimentação de carga no complexo. Agora, resta o Complexo Portuário de Suape aguardar o prazo de 15 meses para começar a colocar em prática as mudanças no projeto.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes