Tuesday, 25 de January de 2022

Maersk inicia ano de 2022 com novos projetos e parcerias para expandir no setor portuário

Maersk iniciou 2022 com novas parcerias e projetos voltados para a expansão da logística e uma presença ainda maior no setor portuário internacional

A Maersk iniciou o ano de 2022 fechando novas parcerias e projetos voltados para a expansão na logística e uma presença ainda maior no setor portuário internacional

A gigante no setor portuário Maersk comentou, durante esta última quarta-feira, (05/01), acerca dos novos planos para o ano de 2022 e uma expansão ainda maior no mercado portuário internacional. A empresa está investindo em soluções para a logística e o transporte e adquiriu a LF Logistics, além de fechar uma parceria com a Unilever para melhorias no transporte de cargas e outros projetos futuros.

Continua Depois da Publicidade

Não deixe de conferir outras notícias do setor:

Novas parcerias são fechadas pela Maersk já em 2022, visando melhorias no transporte e na logística do setor portuário 

O ano de 2022 já iniciou a todo vapor para a companhia de transporte de cargas Maersk, que fechou grandes parcerias e está investindo em projetos para melhorias na sua logística, visando uma maior presença no mercado global. A primeira parceria foi um acordo fechado para adquirir a LF Logistics, empresa de logística contratada sediada em Hong Kong, focada em soluções e serviços de atendimento, e-commerce e transporte de cargas na região asiática

Além disso, a companhia também anunciou uma nova parceria com a multinacional Unilever, na qual o grupo irá fazer o gerenciamento operacional de transporte marítimo e aéreo internacional, visando trazer mais agilidade para a logística do transporte de cargas realizado pela Maersk. O CEO da empresa comentou que esse é um passo muito importante para que a companhia possa fazer mais parcerias no cenário internacional e conseguir sua presença ainda maior no setor portuário. 

A Maersk também irá adicionar 223 depósitos ao portfólio existente e o CEO do departamento de Ocean & Logistics da Maersk, Vincent Clerc, destaca que “Com essa mudança, vamos aumentar nossa oferta de armazenamento e distribuição e responder às necessidades de rápido crescimento de nossos clientes por contratos de logística. Guiado por uma cultura centrada no cliente e operações bem executadas, a LF Logistics construiu um histórico incomparável de execução de uma estratégia omnichannel, sendo uma posição única que podemos usar para construir e operar o atendimento aos clientes em nossa rede”.

Parceria com a Unilever e LF Logistics irá permitir que a Maersk assente ainda mais a sua presença no setor portuário internacional 

O contrato fechado com a Unilever para as melhorias na logística do transporte de cargas tem duração inicial de 4 anos e irá complementar o desenvolvimento e a gestão da International Control Tower Solution da Unilever, com o objetivo de aumentar a visibilidade e a eficiência, bem como reduzir as emissões de carbono em todas as operações. A companhia irá fornecer soluções e a administração do transporte marítimo internacional e irá conseguir expandir ainda mais esse segmento com essa nova parceria

A mais nova parceria da Maersk irá abrir portas para que a logística de transporte sofra alterações bastante benéficas e a vice-presidente de Logística Global da Unilever, Michelle Grose, ressaltou que “Essa abordagem de ponta a ponta não apenas garante um melhor serviço para nossos clientes e reduz o desperdício de negócios, como também promove uma visibilidade adicional que nos ajudará a mitigar riscos, a aumentar a agilidade e nos ajudar a atingir nossa meta corporativa de nos tornarmos neutros em carbono até 2039”.

Quanto à LF Logistics, a Maersk ainda precisa obter todas as aprovações regulatórias necessárias e o fechamento da transação para que possam funcionar como uma única empresa e, até lá, elas continuam operando como companhias distintas, mas a gigante do setor portuário está otimista em relação aos projetos que virão com essa nova empresa.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.