Início Complexo Portuário de Itajaí e Navegantes recebe navio com cor diferente e grandiosidade chama a atenção

Complexo Portuário de Itajaí e Navegantes recebe navio com cor diferente e grandiosidade chama a atenção

outubro 24, 2022 às 2:58 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Complexo Portuário de Itajaí
Complexo Portuário de Itajaí (Foto/divulgação)

Quem está nos complexos portuários de Itajaí e Navegantes pode admirar a vastidão e a cor magenta do navio One Amazon que chegou à região no último sábado (22).

O navio, que estava atracado na Portonave, em Santa Catarina, movimentou 944 contêineres entre carga e descarga até domingo.

Com 330 m de comprimento, 48 m de boca e capacidade para 11 mil TEUs, a embarcação é uma das maiores que o complexo portuário pode receber.

Artigos recomendados

Navio passou por diversos países da Ásia antes de chegar ao Brasil

A embarcação está na linha SX1, que passa por países como Ásia, Coreia do Sul, China, Hong Kong e Malásia, e fará escala novamente na Portonave no dia 4 de novembro.

De acordo com a Alphaliner, consultoria internacional focada no mercado global de transporte marítimo, a Ocean Network Express (ONE) é a sétima maior empresa de transporte de contêineres do mundo.

Também é conhecido por operar navios e contêineres em uma cor magenta incomum, que para o proprietário reflete seu senso de dinamismo, inovação e confiança.

Conheça a Ocean Network Express

Ocean Network Express (ONE) é uma empresa marítima de transporte de contêineres. A companhia é uma joint-venture administrada pela empresa-mãe japonesa Ocean Network Express Holdings, Ltd.

A empresa foi constituída em 7 de julho de 2017 e iniciou suas operações em 1º de abril de 2018.

A ONE foi criada pelas três grandes companhias de navegação japonesas NYK, MOL e “K” Line, que combinaram seus respectivos negócios de contêineres em ONE. Isso fez da ONE uma das maiores empresas de transporte de contêineres do mundo desde o momento em que foi fundada. NYK é o maior acionista da empresa com 38% de participação, enquanto a MOL e a linha “K” detêm 31%

Quando de sua fundação, a frota da empresa contava com 240 navios porta-contentores, incluindo 31 navios porta-contentores com capacidade de cerca de 14.000 TEU ou superior, dos quais 6 com capacidade de 20.000 TEU.

Como resultado da fusão, também herdou pedidos de navios porta-contêineres de seus antecessores, com um navio ultra grande de 20.000 TEU e doze navios de 14.000 TEU a serem entregues (os navios porta-contêineres da classe Millau).

Uma revisão de tonelagem foi programada para acontecer dentro de 18 meses a partir do início das operações, a fim de ser competitivo em todos os serviços, usando os navios mais recentes, tecnológicos e ecológicos disponíveis para serem construídos.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes