Thursday, 21 de October de 2021

Porto do Itaqui recebe 800 milhões em investimentos para ampliar e construir novos terminais

Porto do Itaqui - investimentos - terminais

Porto do Itaqui terá quatro novos terminais voltados à operações de granéis líquidos onde os investimentos somam R$ 800 milhões

Os contratos de arrendamento para investimentos em quatro novos terminais voltados à movimentação, distribuição e armazenagem de granéis líquidos no Porto do Itaqui foram assinados em São Paulo neste mês. O evento contou com a participação de Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura, Diogo Piloni, secretário nacional de Portos, Ted Lago, presidente do Porto do Itaqui e dos representantes das arrendatárias.

Continua Depois da Publicidade

Leia também

Investimentos nos novos terminais chegam a R$ 800 milhões

Dos quatro terminais leiloados, o IQI13 ficou com a Ultracargo e os restantes (IQI03, IQI11 e IQI12) foram arrematados pela Santos Brasil Participações. Os investimentos totais nos terminais no Porto do Itaqui chegaram a R$ 800 milhões.

De acordo com Tarcísio Gomes de Freitas, agora que os projetos no Porto do Itaqui estão entrando em desenvolvimento, já é possível vislumbrar que o valor dos investimentos superarão aqueles que foram projetados incialmente.

Para o presidente do Itaqui, este é mais um passo fundamental em relação ao plano de atração de investimentos para o Porto do Itaqui, no Maranhão. Segundo Ted Lago, os empreendimentos demonstram, mais uma vez, a confiança do setor privado na gestão da EMAP e no Governo do Estado do Maranhão, tanto em médio quanto a longo prazo.

Capacidade de armazenamento do Porto do Itaqui dobrará com os novos terminais

Com os investimentos, serão expandidos dois terminais que já estão em plena operação e construídos dois novos, o que praticamente dobrará a capacidade de armazenamento de combustíveis do Porto do Itaqui. Em recente visita ao porto no Maranhão, o CFO da Santos Brasil Participações, Daniel Pedreira Dorea, comentou sobre as projeções com os novos investimentos, que marca a entrada da empresa no setor de granéis líquidos.

De acordo com Dorea, são as projeções mais altas possíveis, o que o deixou especialmente impressionado com a prestação de serviços que a EMAP vem fazendo na gestão do Porto do Itaqui. Segundo o CFO foi encontrado o esperado, um porto com conexões rodoviárias e ferroviárias e uma infraestrutura de impressionar.

As áreas arrendadas compõem o planejamento estratégico da EMAP e foram “emprestadas” para exploração de investidores do setor privado através de contratos de arrendamento. Ao fim do prazo do contrato, que será de 20 anos, podendo se prorrogar por no máximo 70 anos, os terrenos cedidos provisoriamente são devolvidos à administração pública.

Ultracargo vence leilão para arrendamento de uma área do Porto

Em abril, a Ultracargo venceu o leilão para arrendamento da área IQI13 e de acordo com a empresa, na época, será instalado um terminal de capacidade de no mínimo 79 mil metros cúbicos na área arrendada para a distribuição de combustíveis no Porto do Itaqui.

De acordo com a Ultracargo, o porto está estrategicamente localizado em relação à distribuição de combustíveis no Brasil, onde a empresa já opera um terminal no tamanho de 109 mil m³.

Sendo assim, o empreendimento será interligado com atual, fazendo com que os clientes da empresa tenham uma maior flexibilidade no transporte de combustíveis e um maior fomento ao desenvolvimento da economia, gerando mais empregos no estado.

Valdemar Medeiros
Especialista em marketing de conteúdo, ações de SEO e E-mail marketing. E nas horas vagas Universitário de Publicidade e Propaganda.