Início Cosan pretende comprar o Porto São Luís por R$ 720 milhões e marcar de vez a sua entrada no mercado de minério de ferro

Cosan pretende comprar o Porto São Luís por R$ 720 milhões e marcar de vez a sua entrada no mercado de minério de ferro

agosto 25, 2021 às 12:11 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Cosan - Porto de São Luís - minério de ferro
Porto de São Luís – Foto: Reprodução

Cosan pretende comprar o Porto São Luís e criar uma nova joint venture com a Aura Minerals para ingressar no setor de minério de ferro. A compra foi estimada no valor de R$ 720 milhões e o porto escoará a mineração da futura empresa

O grupo Cosan, do empresário Rubens Ometto, confirmou proposta vinculante para a compra de todo o Porto São Luís, no Maranhão. A compra está estimada no valor de R$ 720 milhões, de acordo com o que foi comunicado pela Cosan e vale lembrar que o negócio marca a entrada da empresa no mercado de minério de ferro. O acordo foi fechado nesta terça-feira (23), entre a China Communications Construction Company Limited (CCCC), a controlada da Cosan Atlântico Participações e também os acionistas minoritários da empresa portuária.

Leia também

“Um passo de cada vez”

O primeiro passo da Cosan será a compra dos 49% que pertencem à WPR, empresa de infraestrutura do grupo WTorr e à Lyon Capital, fundada por Paulo Remy. O próximo passo será uma oferta pelos 51% excedentes que pertencem ao grupo chinês CCCC.

Para a entrada da empresa no mercado de minério de ferro, a Cosan também informou que assinou um memorando de entendimentos vinculante para a formação de uma sociedade com o controlador e fundador da Aura Minerals, Grupo Paulo Brito.

A empresa de mineração tem como foco o cobre e o ouro. A Cosan e a Aura Minerals formarão uma joint venture para a exploração de minério de ferro, que deverá ser escoado pelo Porto São Luís que receberá o nome de JV Mineração.

O acordo prevê que a Atlântico, controlada da Cosan, detenha 37% do capital e controle compartilhado com a nova empresa, ou seja, 50% das ações ordinárias da nova companhia combinada após a compra do Porto São Luís e de caixa, dependendo de chamadas de capital pela administração da companhia a JV Mineração.

Cosan planeja começar suas operações de minério de ferro até 2025

De acordo com um comunicado da companhia, a Cosan entra com um aliado estratégico em um novo setor de negócios, contribuindo com sua experiência de gestão e portuária.

A JV será uma empresa integrada de minério de ferro e logística, que possuirá, além do Porto São Luís, direitos de exploração de ativos minerários em três projetos no Pará, que tem grandes potenciais de reservas de minério de ferro, a serem escoados pelo Porto São Luís.

A Cosan estima iniciar as operações da nova empresa de minério de ferro ainda em 2025. De acordo com a empresa, o primeiro projeto de minério a ser explorado pela nova empresa, JV Mineração, está situado próximo à Parauapebas (PA), conectado ao porto pela Estrada Férrea de Carajás. O presidente da nova companhia será Juarez Saliba de Avelar. Além disso, Julio Fontana, ex-presidente da Rumo, será consultor sênior e conselheiro da empresa.

Conheça o Porto São Luís

O projeto do terminal de uso privado (TUP) em São Luís, no Maranhão foi lançado pela WTorre e logo após ganhou participação da CCCC. Em 2016 o projeto recebeu a autorização do governo federal, entretanto ainda não saiu do papel.

De lá para cá, as duas empresas até chegaram a lançar a “pedra fundamental’ do porto, entretanto as obras não avançaram na prática. No lançamento do “marco zero” do terminal portuário, a empresa chinesa estimou que seria necessário um investimento de R$ 2 bilhões para que fossem iniciadas as obras.

Relacionados
Mais recentes