Saturday, 21 de May de 2022

Frente Parlamentar é criada para dar suporte ao projeto de desenvolvimento do Porto Meridional, visando reduzir os custos da logística de transporte de cargas no RS

O projeto de criação do Porto Meridional no Rio Grande do Sul é um dos mais importantes para a redução dos custos na logística de transporte de cargas no local, além de atrair investimentos para o estado, e agora conta com uma frente parlamentar de apoio

O projeto de criação do Porto Meridional no Rio Grande do Sul é um dos mais importantes para a redução dos custos na logística de transporte de cargas no local, além de atrair investimentos para o estado, e agora conta com uma frente parlamentar de apoio

Após uma longa discussão acerca do projeto de criação do Porto Meridional para o transporte de cargas direto no estado do Rio Grande do Sul, uma frente parlamentar com deputados do estado foi desenvolvida e, durante essa última quarta-feira, (06/04), comentou sobre a relevância do projeto para a redução dos custos da logística de escoamento de produtos na região.

Confira:

Criação do Porto Meridional é essencial para o transporte de cargas no Rio Grande do Sul e agora conta com apoio de Frente Parlamentar

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul recebeu, nesta última quarta-feira, a frente parlamentar liderada pelo deputado Issur Koch (PP), que visa dar apoio ao projeto de criação do Porto Meridional em Arroio do Sal. Os investimentos para a construção do local estão orçados em cerca de R$ 6 bilhões e esse é um projeto essencial para garantir um porto adequado para o transporte de cargas direto do estado do RS, reduzindo assim os custos da logística de escoamento dos produtos que são produzidos na região. 

O desenvolvimento do projeto ainda está em fases iniciais, mas a frente parlamentar desenvolvida para dar apoio à iniciativa espera que, com os esforços necessários, a construção fique pronta já durante o ano de 2024. O principal objetivo do Porto Meridional é garantir um escoamento direto no estado do Rio Grande do Sul e reduzir os custos na logística de transporte de cargas, uma vez que as empresas na região costumam utilizar os portos de Santa Catarina e do Paraná como os principais nesse processo. 

Dessa forma, o custo logístico para o escoamento de produtos dentro do próprio estado do Rio Grande do Sul é, atualmente, um dos maiores de todo o país e, com o desenvolvimento desse projeto, o governo do estado irá garantir uma nova alternativa para as empresas de transporte de cargas. Além disso, o setor portuário do estado será altamente movimentado e beneficiado com os novos investimentos que serão aplicados na região. 

Frente parlamentar defende a forte atração de investimentos e o desenvolvimento do setor portuário no RS que acontecerá com a criação do Porto Meridional 

Somente com o início do projeto de criação do Porto Meridional no Rio Grande do Sul, já  há a previsão de investimento de uma empresa do ramo de fertilizantes na casa de R$ 10 bilhões como um dos impactos da instalação do porto. Assim, a relevância das consequências da criação do porto para o segmento de transporte de cargas não fica limitada apenas à teoria e já é vista na prática dentro dos empreendimentos do Rio Grande do Sul. 

Com isso, o presidente da frente parlamentar, Issur Koch, comentou que Se conseguimos trazer de volta os investidores e produtores gaúchos que optaram pelo estado de Santa Catarina já teremos um grande avanço. O Rio grande do Sul conta com um único porto (Rio Grande) tendo três vezes a costa catarinense. Muitos investimentos virão na região com o porto. Todos os municípios se beneficiarão. Será uma revolução para o litoral norte. Precisamos do apoio da AL para nos ajudar nesta empreitada. Estamos trabalhando para que essa obra saia do papel e entre para a história do RS”.

Agora, a frente parlamentar liderada pelo deputado continuará investindo seus esforços para conseguir a construção do Porto Meridional no prazo previsto e iniciar a redução dos custos da logística de transporte de cargas já no ano de 2024.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.
Load more