Início Vinci Partners afirma que fará grandes investimentos em obras de infraestrutura no terminal de contêineres comprado no Porto Pontal

Vinci Partners afirma que fará grandes investimentos em obras de infraestrutura no terminal de contêineres comprado no Porto Pontal

março 19, 2022 às 1:55 am
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Após comprar um terminal de contêineres no Porto Pontal, no Paraná, a Vinci Partners afirma que irá realizar fortes investimentos em obras de infraestrutura para expandir as operações de movimentação de carga no local
Após comprar um terminal de contêineres no Porto Pontal, no Paraná, a Vinci Partners afirma que irá realizar fortes investimentos em obras de infraestrutura para expandir as operações de movimentação de carga no local. Fonte: Divulgação

Após comprar um terminal de contêineres no Porto Pontal, no Paraná, a Vinci Partners afirma que irá realizar fortes investimentos em obras de infraestrutura para expandir as operações de movimentação de carga no local

A Vinci Partners é uma gigante no ramo da movimentação de carga e, após comprar um terminal de contêineres no Porto Pontal, no Paraná, afirmou nesta terça-feira, (15/03), que irá realizar fortes investimentos no local. A empresa pretende aplicar cerca de R$ 3 bilhões em obras de infraestrutura para tornar esse local ainda mais relevante nas operações portuárias.

Não perca:

Companhia Vinci Partners irá aplicar cerca de R$ 3 bilhões em terminal de contêineres adquirido no Porto Pontal, no estado do Paraná 

O terminal de contêineres Porto Pontal, que pertencia ao grupo JCR Administração e Participações S.A, do empresário João Carlos Ribeiro, foi adquirido pela Vinci Partners por um valor não divulgado recentemente e, agora, a empresa começou a anunciar os seus planos futuros para este local. A companhia pretende realizar fortes investimentos em obras de infraestrutura para conseguir expandir ainda mais as operações de movimentação de carga dentro do terminal e garantir mais relevância no setor portuário. 

Os investimentos que serão aplicados no local giram em torno de R$ 2,5 e R$ 3 bilhões e o objetivo principal da companhia é conseguir transformar esse terminal em um dos maiores da América do Sul no que se refere às operações de exportação e importação de cargas. Assim, o fechamento da transação depende apenas das aprovações da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e a Vinci Partners aguarda essa aprovação para iniciar o projeto de infraestrutura que será realizado no local. 

Assim, José Guilherme Souza, sócio da Vinci Partners e head da área de infraestrutura da companhia, comentou sobre a relevância da movimentação de cargas nesse terminal de contêineres e afirmou que “Com capacidade anual para movimentar até 3 milhões de TEUS (contêiner de 20 pés), nosso objetivo é fazer do Porto Pontal o maior e mais eficiente terminal de contêineres do país. Desenvolveremos todo o projeto que, após finalizado, impactará positivamente toda a atividade econômica da região de Pontal do Paraná, bem como gerará benefícios sustentáveis para todo o estado”.

Terminal Porto Pontal irá receber nova rodovia e mais obras de infraestrutura para expandir as operações de movimentação de carga durante os próximos anos 

A companhia Vinci Partners afirmou que esse é o seu primeiro projeto voltado exclusivamente para a logística e o transporte dentro de um terminal adquirido e que os investimentos poderão ser uma ótima forma de garantir uma infraestrutura de qualidade para que novos empreendimentos sejam realizados no local. O principal foco da empresa são os terminais que estão passando pelo processo de desestatização, uma vez que ela poderá realizar as aplicações financeiras necessárias de forma autônoma ao adquirir esses locais nos leilões realizados pela Antaq. 

Entre os diversos pontos que serão reformados e construídos dentro da região comprada pela companhia, a principal mudança será a construção de uma nova rodovia paralela à PR-412, em Pontal do Paraná. A rodovia terá um total de 20 km, em meio à Mata Atlântica, e deve custar R$ 270,4 milhões, além de ser alvo de discussão na Justiça e de críticas de ambientalistas em relação aos impactos ambientais que ela causará no local. 

Apesar disso, a Vinci Partners se mantém favorável e investida no seu projeto voltado para as obras de infraestrutura dentro do Porto Pontal e espera tornar esse terminal de contêineres uma grande referência dentro do setor de portos na América do Sul e em todo o mercado internacional.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes