MENU
Estados
Modo escuro
Menu
Início Vale e japonesa MOL inovam e utilizam energia eólica para abastecer navios de minério de ferro

Vale e japonesa MOL inovam e utilizam energia eólica para abastecer navios de minério de ferro

março 9, 2023 às 7:45 pm
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Vale e japonesa Mol
Vale e japonesa Mol (foto/divulgação)

A Vale e japonesa Mol se uniram para a instalação de sistemas de propulsão eólica, ou velas rotativas, em návios graneleiros de minério de ferro para reduzir as emissões e o uso de combustível fósseis.

Essa parceria entre Vale e japonesa Mol contará com duas velas de rotor fabricadas pela empresa de engenharia finlandesa Norsepower, que serão instaladas no porta-aviões existente de 200.000 toneladas de porte bruto (dwt). As empresas pretendem concluir a instalação no primeiro semestre de 2024.

A Vale normalmente usa graneleiros de 200.000 dwt (comumente conhecidos como graneleiros do tipo Newcastlemax) para transportar minério de ferro por todo o mundo, e espera com essa parceria, aumentar a sua produção, sem prejudicar o meio ambiente.

Artigos recomendados

A multinacional brasileira do segmento de minérios sempre foi bastante criticada pela forma de atuação na extração nacional, e aproveita este momento para tentar entrar no mercado de combustíveis renováveis.

Parceria entre Vale e japonesa Mol tem como finalidade ajudar o meio ambiente

Mol e Vale estimam que as velas rotativas podem reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE) e o consumo de combustível em aproximadamente 6 a 10%. As velas do rotor permitem que os motores principais do navio voltem a girar em condições de vento favoráveis, economizando combustível e reduzindo as emissões, mantendo a velocidade e o tempo de navegação.

Isto faz parte dos esforços das duas empresas para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa do setor marítimo, na sequência de um estudo inicial em 2021. Em outubro passado, Mol encomendou outro porta-aviões para a concessionária japonesa Tohoku Electric Power, equipado com um sistema de vela rígida, chamado windage, para transporte de carvão.

A empresa planeja lançar outro desafiante de energia eólica para a Enviva, produtora de pellets de madeira dos EUA, em 2024. Também está considerando a instalação nos navios da Enviva de um sistema de vela rotativa desenvolvido pela Anemoi Marine Technologies, com sede no Reino Unido, que deve reduzir as emissões de gases de efeito estufa em cerca de 20% quando combinados.

Conheça as empresas

A Mitsui OSK Lines é uma companhia marítima japonesa com sede em Toranomon, Minato-ku, Tóquio. A empresa foi estabelecida há mais de 120 anos como parte da Mitsui Zaibatsu e agora é uma parte independente da Mitsui Keirenkai.

A Vale SA é uma mineradora multinacional brasileira e uma das maiores operadoras logísticas do país. É uma das maiores mineradoras do mundo e a maior produtora de minério de ferro, pelotas e níquel.

Assim, com essa parceria de grandes empresas, o mercado espera evoluir quando o assunto é o uso de energias renováveis para a propulsão de grandes transportes de cargas, como já vem sendo feito em veículos elétricos e até mesmo em caminhões.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x