Início Navio elétrico mais rápido do mundo está mais perto do que nunca de circular pelas hidrovias de Estocolmo

Navio elétrico mais rápido do mundo está mais perto do que nunca de circular pelas hidrovias de Estocolmo

agosto 15, 2022 às 5:02 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Navio elétrico mais rápido do mundo
Navio elétrico mais rápido do mundo (Reprodução: divulgação)

Após um ano de testes, cortando as viagens pendulares entre alguns arquipélagos, o navio elétrico mais rápido do mundo está pronto para zarpar, em Estocolmo, na Suécia. Intitulado “Candale P-12” o navio tem capacidade para receber 30 passageiros, além de ter capacidade de atingir velocidade de até 30 anos. Além disso, a embarcação é considerada a mais eficiente da indústria naval em termos de energia 

Para a construção do navio elétrico mais rápido do mundo, diversas autoridades da Suécia, além de agências situadas em Estocolmo, foram responsáveis pelo financiamento. Atualmente, o navio está pronto para zarpar após nove meses de testes.

O Candale P-12 possui três asas de fibra de carbono e hidrófilos, que permitem que a embarcação saia da água quando estiver em velocidades acima dos 18 nós. Quando estiver no ar, o navio será capaz de ter velocidades excessivas e percorrer longas distâncias, devido aos descontos vitais no arrasto, que oscilam conforme a água.

Artigos recomendados

O navio elétrico mais rápido do mundo será mais eficiente em termos energéticos

O navio elétrico mais rápido do mundo será mais eficiente em termos energéticos, conforme a Candela, empresa que está o desenvolvendo. Além disso, ele será capaz de recarregar suas baterias em apenas uma hora. Para sua construção, Candela buscou apoio da Agência Nacional de Tráfego Sueca, que financiou metade do projeto.

Posteriormente, a empresa também afirmou que acredita que Estocolmo é a plataforma de lançamento ideal para o navio, devido aos seus arquipélagos e hidrovias exclusivas. Além disso, a cidade de Estocolmo e Candela pretendem implantar a embarcação para conectar os subúrbios da cidade, conhecido como Ekerö, com o centro.

Atualmente, os moradores de Ekerö precisam fazer uma viagem de quase uma hora de ônibus ou metrô. Por isso, é esperado que o Candela-P12 Shuttle cubra a rotina de 15 km que eles enfrentam, algo em torno de 25 minutos, sendo capaz de economizar até 50 minutos por dia.

Sendo assim, as habilidades de voo do navio elétrico mais rápido do mundo, além da falta de esteira, permitem que ele ganhe isenções do limite de velocidade no rio de Estocolmo. Neste sentido, a esteira de quase zero vai evitar o comprometimento das ondas em costas sensíveis, o que é ideal para o meio ambiente.

Por outro lado, temos também a vantagem de que o enjoo não será um problema para os passageiros do navio. Isso porque ele possui um controlador de voo computadorizado, onde seus hidrofólios serão ajustados automaticamente até 100 vezes a cada segundo, sendo capaz de garantir que o nível de voo da bolsa seja mantido.

Navio elétrico mais rápido do mundo tornará as viagens mais populares

Atualmente, o tráfego marítimo é o meio de transporte público mais comum em Estocolmo, mas é realizado por uma frota de mais de 70 barcos a diesel, considerados ineficientes. Neste sentido, o novo navio é considerado um desbravador em comparação às opções existentes.

Para contribuir com essa missão, o Conselho do Condado de Estocolmo está disposto a ajudar, pois decidiu desempenhar um papel mais ativo no apoio a testes de novas tecnologias para o transporte público. Dessa forma, Candela acredita que as embarcações menores podem atender melhor os moradores, do que as grandes embarcações que partem com menos frequência.

Paralelo a isso, Candela propor substituir o par de navios a diesel existente na cidade, com capacidade para 200 pessoas, por cinco unidades do P-12 Shuttles. Assim, em vez de duas partidas diárias, um P-12 Shuttle partiria a cada 11 minutos. O plano pode resultar em uma redução de 60% nos custos em relação às embarcações atuais, embora alguns contrapontos ainda possam surgir na medida.

Leia mais: 2º navio graneleiro equipado com sistema de vela dura Wild Challenger deve ser construído pela MOL; acordo para o projeto já foi assinado.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes