MENU
Notícias
Menu
Início K-Line e Nexus vão fazer parte do hub de veículos do Porto de Suape

K-Line e Nexus vão fazer parte do hub de veículos do Porto de Suape

março 3, 2022 às 1:11 am
Compartilhe
Siga-nos no Google News
O setor portuário e o transporte de cargas dentro do Porto de Suape serão beneficiados com a chegada das empresas K-Line e Nexus para o hub de veículos do local
O setor portuário e o transporte de cargas dentro do Porto de Suape serão beneficiados com a chegada das empresas K-Line e Nexus para o hub de veículos do local. Fonte: Divulgação

O setor portuário e o transporte de cargas dentro do Porto de Suape serão beneficiados com a chegada das empresas K-Line e Nexus para o hub de veículos do local

As companhias voltadas para a logística no transporte marítimo K-Line e Nexus vão agora fazer parte do hub de veículos do Porto de Suape, no Pernambuco, e comentaram recentemente, sobre a chegada ao local. Até essa última quarta-feira, (02/03), as oportunidades para o transporte de cargas serão expandidas e o setor de portos será bastante beneficiado após a decisão das companhias.

Leia também:

Porto de Suape recebe a japonesa K-Line e sua parceira nos investimentos, a Nexus. Fonte: Twitter

Hub de veículos localizado no Porto de Suape contará agora com a entrada das empresas de logística K-Line e Nexus 

O Porto de Suape é um dos mais importantes no setor de portos brasileiros em relação ao transporte de cargas e de pessoas, uma vez que está localizado em uma região próxima ao Canal do Panamá, local que liga o oceano Atlântico ao oceano Pacífico e é uma travessia chave para o comércio marítimo internacional. Assim, diversas empresas vêm investindo no hub de veículos que o porto possui, com foco na expansão dessas operações, assim como as recém-chegadas K-Line e Nexus.

As empresas japonesas pretendem expandir o transporte de cargas e de mercadorias, principalmente as fabricadas no Uruguai e na Argentina, que estão sendo transportadas para países como Colômbia, República Dominicana, Costa Rica, México e Estados Unidos. A K-Line conta com mais de 100 anos no mercado da logística no transporte de cargas japonês e possui atualmente mais de 500 navios de diferentes tamanhos e tipos trabalhando dentro do segmento de mercadorias marítimas em todo o planeta. 

Já a Nexus se trata de uma empresa nacional do mesmo grupo que atua no setor logístico automotivo e de cargas de projeto, além de ser agora a responsável pela operação completa que acontece no hub de veículos do Porto de Suape. Ambas as empresas estão altamente modernizadas e buscam cada vez mais novas soluções para a logística dentro do transporte de cargas via portos no mundo inteiro. Assim, o investimento e a entrada no hub de veículos representa mais um passo importante para a expansão nesse segmento do mercado internacional. 

K-Line e Nexus falam sobre necessidade de entrada no hub de veículos do Porto de Suape e destacam planos para o futuro no segmento de portos 

As empresas estão bastante contentes com a parceria fechada e a chegada ao hub de veículos e o engenheiro Rafael Cristelo, gerente-geral da K-Line Brasil e da Nexus, destacou que “A pandemia criou um caos logístico no mundo e isso afetou, drasticamente, o transporte de veículos entre os países. Como resultado dos congestionamentos nos portos, escassez de mão de obra e falta de peças para produção, há uma grande demanda reprimida para navios roll on-roll off (tipo de cargueiro gigante para o transporte de automóveis). Em razão desse gargalo e do custo competitivo de Suape, decidimos criar um hub para veículos em Pernambuco e os resultados são bastante positivos”.

Já a Nexus afirma que está bastante interessada na expansão das suas operações, uma vez que trabalha com o monitoramento diário do transporte de cargas diretamente com os clientes e vem investindo bastante na logística dentro do setor de portos internacionais, um dos motivos pelos quais ela entrou para o hub do Porto de Santos.

Por fim, ambas as empresas irão se unir para expandir o transporte de cargas com foco nos veículos dentro do Porto de Santos, em razão do alto potencial do local, uma vez que  o número de automóveis importados e exportados foi 20% maior no ano de 2021 em relação a 2020, segundo a administração do local.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes