Tuesday, 25 de January de 2022

Exportação de sementes de gergelim no Porto de Paranaguá comprova o potencial do local com diferentes cargas

O navio Lady Lilly atracou no Porto de Paranaguá para um embarque de carga de sementes de gergelim e outras para exportação

O navio Lady Lilly atracou recentemente no Porto de Paranaguá para um embarque de carga que comprova a eficiência do porto com diferentes cargas, o de sementes de gergelim que serão exportadas 

Durante esta última quarta-feira, (03/11), o navio Lady Lilly atracou no Porto de Paranaguá para receber uma enorme quantidade de cargas de sementes de gergelim que serão exportadas para locais como a Guatemala. Esse embarque significou muito para o porto e comprovou a eficiência do local com a exportação de cargas diversas.

Continua Depois da Publicidade

Você não pode ficar sem ler esses artigos:

Lady Lilly irá embarcar cerca de 20 mil toneladas de sementes de gergelim para exportação

A crise de contêineres no mundo inteiro fez com que os fornecedores buscassem novas soluções para a exportação e foi a vez do Porto de Paranaguá mostrar a sua eficiência com o embarque de diferentes cargas. O navio Lady Lilly atracou no porto para receber 4 mil toneladas de sementes em cada um dos cinco porões de embarcação, totalizando 20 mil toneladas de sementes de gergelim ensacadas, que serão exportadas para a Guatemala, saindo do porto brasileiro. 

O diretor empresarial da Portos do Paraná, André Pioli, comentou acerca do embarque e afirmou que “Isso demonstra que o Porto de Paranaguá é um porto eficiente nos diversos tipos de carga, que tem capacidade de operar na importação e exportação. Com a escassez no mercado dos contêineres, os navios de carga geral voltam a procurar Paranaguá como opção eficiente ao serviço”. Além disso, o executivo destacou que “Esse gergelim vai de Paranaguá para a Guatemala, onde será manufaturado e distribuído para o mundo. Na nossa conversa, eles demonstraram buscar no Paraná, além de uma opção de transporte, também a instalação de uma unidade para a manufatura do produto”.

A exportação das sementes de gergelim para a Guatemala, além de comprovar a eficiência do Porto de Paranaguá, também abre portas para novas parcerias na região. A empresa guatemalteca Semillas Universalles destaca a possibilidade de abrir uma unidade no Paraná e aproveitar a logística local para a exportação de sementes de gergelim, utilizados para diferentes produtos no exterior. 

Operação do navio Lady Lilly simboliza um destaque no setor para o Porto de Paranaguá

O embarque das sementes de gergelim no navio Lady Lilly deve ser finalizado na próxima semana, para a exportação acontecer, e essa operação foi bastante significativa para o Porto de Paranaguá, uma vez que comprovou a capacidade que o local tem para diferentes tipos de cargas e como a região pode ser útil para a exportação de produtos diversos para países do exterior. 

O diretor comercial Patrick Ferreira Tavares destacou, acerca da importância dessa operação, que “pela condição do porto abrigar vários tipos de cargas e abrir as portas para novos negócios, e também pela facilidade de espaço, a retroárea, para esse tipo de mercadoria fora do porto”. Além disso, o executivo complementou sobre o assunto e disse “para um navio de 20 mil toneladas foi necessário dispor de um espaço de retroárea de 40 mil toneladas. E esse espaço hoje, nos demais portos brasileiros, é extremamente disputado. Em Paranaguá, há essa disponibilidade”.

Assim, o que se espera para os próximos anos é que o Porto de Paranaguá receba mais investimentos e novas unidades de exportação, para continuar crescendo no setor portuário do Brasil e comprovando a sua alta capacidade para se tornar um dos maiores portos do país, em relação à exportação de cargas.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.