MENU
Estados
Modo escuro
Menu
Início Porto de Imbituba receberá investimento em até 30 dias para melhorar serviços e aumentar atração de navios

Porto de Imbituba receberá investimento em até 30 dias para melhorar serviços e aumentar atração de navios

março 14, 2023 às 6:54 pm
Compartilhe
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Facebook
Compartilhar no LinkedIn
Compartilhar no Telegram
Compartilhar no Twitter
Compartilhar no E-mail
Siga-nos no Google News
Porto de Imbituba
Porto de Imbituba (foto/divulgação)

Com a finalidade de atender à crescente procura por movimentação de cargas, a SPAR Porto de Imbituba pretende investir em um volume de melhorias visando ampliar o número de berços de atracação, permitindo a atracação de até seis navios ao mesmo tempo.

Quando concluída, a expansão fará do porto de Imbituba a maior área de atracação de navios do estado de Santa Catarina, com quase 1,6 quilômetros de cais linear. Hoje, o complexo portuário conta com três píeres e pode receber até quatro navios simultaneamente.

Plano de expansão do Porto de Imbituba deve começar nos próximos 30 dias

Os planos de expansão deverão concretizar-se a médio prazo, mas deverão começar a concretizar-se nos próximos 30 dias, prevendo-se o início da reabilitação e ampliação do Cais 3. Intervenção no Berço 3 está em fase final de implantação. O projeto é a maior e mais importante obra já realizada pela SPAR, com custo superior a R$ 92 milhões e totalmente financiado pela Capitania dos Portos.

Artigos recomendados

Previsto para entrega em 2025, o reforço estrutural do Píer 3 resultará em berços mais largos e maior automação, permitindo a instalação de novos equipamentos de movimentação de cargas, como carregadores de navios.

O Píer 3 também receberá dois dolfins, um para atracação e outro para atracação, para poder receber embarcações de maior porte, ultrapassando o atual limite de 205m (LOA) para embarcações abaixo de 300m. Concluídas as obras, o plano da SCPAR é fazer a dragagem mais profunda do local para que a capacidade máxima de calado do Berço 3 corresponda à dos Píeres 1 e 2, que têm 15 metros de profundidade.

“As melhorias que estamos realizando são essenciais para que o porto de Imbituba mantenha sua participação na trajetória ascendente da logística portuária, incluindo negociações simultâneas nas áreas de estrutura, acesso, otimização de área, automação de processos e gestão comercial do porto”, comentou Luís Antonio Braga Martins, Diretor Superintendente da SCPAR Porto de Imbituba. E acrescentou: “Nosso objetivo é melhorar a qualidade do porto de Imbituba, considerando a eficiência operacional de movimentação de carga, sustentabilidade e manutenção da cidade e baixos tempos de espera para atracação em trabalho diário”.

Licitação deve começar ainda neste semestre

Com a obra do Píer 3, a Capitania dos Portos concluiu o projeto básico e deve lançar licitação ainda neste semestre para contratação da empresa responsável pela instalação do Dolphin no Píer 2, passando para 700 metros do Píer 1 e Píer 2 , combinados hoje 660 metros. A estrutura permitirá a atracação permanente de três navios independentemente das suas características, ao contrário do que acontece atualmente.

O chefe executivo do porto acrescentou ainda que está em fase de negociação o processo de conversão da parte de ré do Píer 2, que não está em operação, em outro berço dedicado para atracação de graneleiros de cerca de 250 m. A autoridade portuária espera atrair investimentos de pelo menos R$ 30 milhões da iniciativa privada para qualificar o local.

A SPAR Porto de Imbituba inicia a comercialização da implantação do projeto de desenvolvimento do Píer 6, localizado transversalmente aos berços existentes na atual área de atracação. “Ainda estamos em fase inicial de análise de viabilidade do projeto, mas o objetivo é fornecer berços para graneleiros líquidos e navios de carga geral, desviando a movimentação dessas cargas para terminais específicos”, acrescentou Braga.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes
0
Adoraríamos sua opnião sobre esse assunto, comente!x