Tuesday, 25 de January de 2022

Rolls-Royce irá fornecer motores para novos rebocadores no Brasil

A Rolls-Royce anunciou o fornecimento de oito motores que serão utilizados em novos rebocadores híbridos construídos pela Detroit Brasil

A Rolls-Royce anunciou o fornecimento de oito motores que serão utilizados em novos rebocadores híbridos construídos pela Detroit Brasil

Com o intuito de expandir ainda mais os negócios no mercado brasileiro, a Rolls-Royce anunciou, nesta última quinta-feira, (04/11), que irá fornecer oito motores mtu para a Detroit Brasil utilizar na construção de seus novos rebocadores híbridos, que serão operados pela Starnav Serviços Marítimos. O negócio simboliza um avanço ainda maior da Rolls-Royce em relação ao fornecimento de motores no mercado brasileiro.

Continua Depois da Publicidade

Confira outros artigos interessantes:

Motores mtu 16V 4000 M65L serão utilizados em rebocadores de 80 toneladas produzidos pela Detroit Brasil 

Os novos rebocadores que serão construídos pela Detroit Brasil terão capacidade de 80 toneladas e contarão com os motores mtu 16V 4000 M65L, fornecidos pela empresa Rolls-Royce em uma parceria recente. Além disso, os rebocadores irão possuir uma tecnologia híbrida, combinando os motores mtu fornecidos pela Rolls-Royce e o sistema de monitoramento mtu Blue Vision New Generation (BVNG) com propulsores Z-drive, componentes híbridos e controles da Schottel, que é responsável pela produção de sistemas de propulsão utilizados em perfurações offshore. 

Maxwell Oliveira, gerente geral do estaleiro Detroit Brasil, comentou acerca da nova tecnologia que será utilizada nos rebocadores com os motores fornecidos pela Rolls-Royce e afirmou que “O sistema híbrido presente nos novos rebocadores permitirá que os propulsores dos navios e um dos dois motores principais sejam conectados para todas as atividades de operação leve quando a potência total não é necessária, reduzindo as horas de operação dos motores principais. O resultado é uma redução de custos gerais de manutenção, melhor consumo de combustível e menores emissões em comparação com uma configuração tradicional ”.

A tecnologia híbrida que será utilizada nos rebocadores é ativada quando a potência de propulsão total é necessária, então,  a conexão entre os dois propulsores fica desativada e cada motor será acoplado em um único propulsor e isso irá reverter para um sistema de propulsão de acionamento direto tradicional. Assim, o que se espera são navios rebocadores ainda mais modernos, em decorrência da utilização dos motores mtu da Rolls-Royce. 

Parceria irá consolidar ainda mais a participação da Rolls-Royce no mercado brasileiro 

A parceria entre a Rolls-Royce e a Detroit Brasil simboliza uma participação maior da empresa no mercado do Brasil, uma vez que, embora ela já tenha fornecido equipamentos mtu Série 4000 para a Detroit Brasil utilizar em vários projetos de embarcações no passado, essa é a primeira vez que a companhia irá fornecer motores mtu que serão utilizados em rebocadores com 80 toneladas de capacidade, além de ser a primeira utilização de motores mtu 16V 4000 M65L em toda a América Latina. 

Christof von Bank, diretor de Vendas, Marinha e Américas na unidade de negócios Power Systems da Rolls-Royce, comentou acerca da parceria entre as empresas e afirmou que “este pedido é um marco importante no lançamento da próxima geração de motores da série mtu 4000, já que o motor 16V 4000 M65L é atualmente a versão mais potente da nova série e está sendo fornecido para a América Latina pela primeira vez”. O executivo ainda destacou que “Além disso, este contrato reforçará nossa participação de 20% no mercado brasileiro de rebocadores com motores mtu, posição que conquistamos na última década, desde a instalação de nossa primeira Série 4000 em um rebocador em 2010”.

Os motores da Rolls-Royce começarão a serem entregues para a Detroit Brasil com previsão de início para o segundo semestre de 2022, com dois sendo entregues no mês de agosto, dois em outubro e os últimos quatro em dezembro, entregues em dois conjuntos com dois motores, para então finalizar o acordo entre as empresas.

Ruth Rodrigues
Formada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), atua como redatora e divulgadora científica.