Início Descaso com a infraestrutura do Porto de Santos é debate no Summit Portos 2022

Descaso com a infraestrutura do Porto de Santos é debate no Summit Portos 2022

agosto 30, 2022 às 3:39 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Porto de Santos
Porto de Santos (Reprodução: divulgação)

Atualmente, o Porto de Santos integra a lista dos principais portos do mundo, e recebe 94% das linhas internacionais como rotas variadas, que incluem o Brasil. Dessa forma, ele se conecta com mais de 600 destinos, e movimenta cargas variadas de mais de 200 países.

Embora o Porto de Santos apresenta esse grande desempenho, ainda é necessário expandir a sua área. Conforme dados da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ), somente em 2020, já eram usados 85% da capacidade instalada para a movimentação de contêineres. Sendo assim, com o aumento da movimentação dos últimos anos no Porto de Santos, isso resulta em filas de navios, atrasos e aumento de custos. Dessa forma, a enorme conta é paga pelo consumidor final, além da própria economia brasileira.

Neste sentido, esses desafios do Porto de Santos serão debatidos no Summit Portos 2022, que será realizado em Brasília-DF, no próximo dia 1º de setembro. Organizado pelo Grupo Tribuna, o evento tem como missão encontrar soluções e buscar tendências para o setor portuário nos próximos meses, e conta com a presença de autoridades e diversos convidados especialistas no setor.

Artigos recomendados

Confira os serviços do Summit Portos 2022

Uma realização do Grupo Tribuna (Santos – SP), o Summit Portos 2022 – Capacidade e Competitividade acontece no dia 1º de setembro, no Brasília Palace Hotel, em Brasília (DF). O evento teve início às 12h, e contou com uma palestra especial do ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio. Para participar, as inscrições são gratuitas, e toda a programação será transmitida ao vivo via plataforma do evento, e contará com uma tradução simultânea. Para conferir a programação completa e garantir a sua inscrição, basta clicar neste link. Além disso, é possível conferir informações sobre o evento pelo aplicativo Summit Portos, que pode ser encontrado nas lojas Apple e Android.

Porto de Santos precisa de gestão mais eficiente

Hoje, o Porto de Santos é o 45º maior do mundo em movimentação de contêineres. Atualmente, ele se desenvolve para ser o principal do Hemisfério Sul. Neste sentido, O Plano de Desenvolvimento e Zoneamento que visa o período de 2020 a 2040 projeto um crescimento de 50% ̈da capacidade de movimentação de carga, com um aumento de suporte de 400 milhões de toneladas anuais. Como consequência, essa expansão impactará diretamente nos indicadores econômicos do Brasil.

Somente em 2018, o Porto de Santos obteve um prejuízo de R$400 milhões. Neste ano, a expectativa é um lucro de R$500 milhões. Sendo assim, essa expectativa não está distante da realidade, pois, nos anos recentes, a empresa conseguiu resultados positivos. Em 2019, o Porto de Santos teve lucro de R$87 milhões. No ano seguinte, o montante atingiu R$202milhões. No ano passado, fechou com lucro de R$329 milhões. Dessa forma, Fernando Biral, diretor-presidente, aponta que a administração do Porto de Santos precisa ser muito profissional. Por isso, o setor defende que a desestatização é uma forma de garantir isso, tendo impacto significativo no país. Portanto, todas as fases onde eram permitidos erros já passaram.

Conheça em vídeo o Porto de Santos

Reprodução: Canal Logística Ferreira
Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes