Início Apesar da alta de gás em 109,39%, Alemanha não precisa se preocupar com o fornecimento por offshores, mesmo com guerra da Rússia e Ucrânia. Brasil também conta com outros fornecedores, afirma autoridade no setor

Apesar da alta de gás em 109,39%, Alemanha não precisa se preocupar com o fornecimento por offshores, mesmo com guerra da Rússia e Ucrânia. Brasil também conta com outros fornecedores, afirma autoridade no setor

junho 21, 2022 às 7:30 am
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Apesar da alta de gás em 109,39%, Alemanha não precisa se preocupar com o fornecimento por offshores, mesmo com guerra da Rússia e Ucrânia. Brasil também conta com outros fornecedores, afirma autoridade no setor - Canva
Alemanha sofre com crise no Oriente – Canva

A instabilidade sobre os preços do gás começaram depois que houve o estouro da Guerra entre a Ucrânia e a Rússia no final do mês de fevereiro, quando Putin declarou que iria parar com os conflitos depois do presidente do país vizinho decretar que não faria mais parte de grupos e alianças militares, que poderiam colocar a prova a segurança russa. 

Conforme a informação compartilhada à Reuters de uma autoridade do setor de gás e petróleo, a Alemanha não precisa se preocupar com o fornecimento de gás. O país vinha sendo um dos mais impactados desde que houve o começo da guerra entre a Rússia e a Ucrânia. O preço do gás decolou devido à instabilidade das commodities, o que fez com que até mesmo o Brasil tivesse que pagar mais caro. Entretanto, em pleno ar de necessidade, os países que fazem parte da União Europeia estão fechando novas parcerias para não sofrerem com a economia fragilizada. 

A alta do valor do gás natural  está chegando a mais de 109% em apenas um ano. O setor energético vem sendo o mais prejudicado desde o começo da pandemia pela falta de produtividade, afetando diretamente a inflação mundial. Países em desenvolvimento estão com índices de IPCA em ao menos dois dígitos, como no caso do Brasil, que terminou o ano de 2021 a 10,6%, e a Argentina, que já está com a inflação acima de 57%. A Turquia  superou a marca de três dígitos. 

Leia mais sobre vagas de emprego e setor naval:

Gás natural no Brasil atinge recorde de produção, podemos ser parceiros exportadores para Alemanha

No ano de 2021, o Brasil teve recorde de produção de gás natural e conseguiu lucrar com a alta da commodity. Em suma, a produção teria chegado a 134 milhões de metros cúbicos produzidos por dia (MMm³/d), segundo o afirmado por uma matéria divulgada pelo (CNN). Os dados foram publicados inicialmente pelo portal da Agência Nacional de Petróleo e Gás (ANP), durante o dia 3 de fevereiro de 2022. Atualmente a ANP é uma das maiores instituições responsáveis por  pesquisar o mercado de refino e produção de energias, ela faz parte do Governo Federal e, vez ou outra, lança novos dados sobre a indústria. 

O Brasil teve um bom desempenho durante a guerra que aconteceu entre a Ucrânia e a Rússia, e foi visto como um possível exportador de bens primários para países que fazem parte da Europa. 

Como não é somente o gás natural com variações elevadas, o petróleo Brent também pode ser citado nesta lista. Tendo isso em vista, Biden, presidente dos EUA, já aborda sobre a possibilidade de começar a negociar com a Venezuela sobre a compra de petróleo como forma do país pagará sua dívida externa.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes