Início Sapura Diamante irá iniciar operações com a Petrobras na Bacia de Santos

Sapura Diamante irá iniciar operações com a Petrobras na Bacia de Santos

outubro 29, 2021 às 2:48 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
A empresa especializada em engenharia submarina irá operar o PSLV Sapura Diamante na Bacia de Santos para a prestação de serviços à Petrobras
A empresa especializada em engenharia submarina irá operar o PSLV Sapura Diamante na Bacia de Santos para a prestação de serviços à Petrobras. Fonte: Divulgação

A empresa especializada em engenharia submarina irá operar o PSLV Sapura Diamante na Bacia de Santos para a prestação de serviços à Petrobras

A Sapura, famosa empresa de engenharia no Brasil, anunciou nesta quinta-feira, (28/10), que iniciará as operações na Bacia de Santos, operando o PSLV Sapura Diamante, para conseguir fazer a prestação de serviços acordada com a Petrobras, que durará até cerca do ano de 2025. A embarcação será responsável, principalmente, pela recuperação e instalação de dutos flexíveis na Bacia de Santos.

Confira outras notícias do setor:

Sapura Diamante será embarcação essencial para oferecer serviços à Petrobras na Bacia de Santos 

O contrato entre a Petrobras e a Sapura foi firmado em setembro do ano de 2021 e, recentemente, foi anunciado que a embarcação Sapura irá iniciar os serviços na Bacia de Santos para oferecer os serviços à empresa. A prestação de serviços será, principalmente, voltada à recuperação e instalação de dutos flexíveis na área e a Sapura irá continuar com a parceria até o ano de 2025, de acordo com o contrato assinado entre as companhias brasileiras. 

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
Google News Google News

O gerente da embarcação Sapura Diamante, Victor Cruz, comentou sobre a parceria entre as empresas e a importância dos serviços prestados à Petrobras no acordo firmado, além do objetivo principal da empresa, os desafios que podem surgir. O executivo complementou seu discurso afirmando que “a Sapura sempre foi uma empresa que gosta de novos desafios. Vamos começar esse contrato com o mesmo empenho que temos desde o nascimento da empresa”

A Sapura Diamante foi carregada, para chegar à Bacia de Santos, com cerca de 3 mil toneladas de linhas que serão utilizadas em mais de 4 projetos administrados pela Petrobras na região. Tal carregamento é de alta capacidade e um dos maiores que a empresa já realizou, além disso, a embarcação também irá levar mais de 17 tramos de linhas umbilicais para serem utilizados nas construções que a estatal irá realizar, o que será bastante benéfico para ambas as empresas em sua parceria.

Parceria entre as empresas com a Sapura Diamante será duradoura e a Petrobras pretende aproveitar ao máximo o acordo

A Sapura é uma gigante no ramo da engenharia submarina, com uma frota que tem capacidade para atender a diversos projetos ao mesmo tempo, oferecendo serviços principalmente no setor de dutos flexíveis. Por isso, a escolha da Sapura Diamante como a embarcação que irá auxiliar a Petrobras nos projetos realizados na Bacia de Santos não poderia ser mais benéfica e a empresa pretende aproveitar essa parceria ao máximo e utilizar os serviços para aperfeiçoar os projetos. 

O gerente de Projetos Especiais da Sapura, Marcos Adriano, destacou alguns pontos importantes do acordo entre as empresas e comentou que “Estamos muito felizes, sem dúvidas. São projetos mais complexos do que os que vínhamos desempenhando anteriormente. Com a capacidade elevada dos nossos carrosséis para o armazenamento de linhas, esses navios se tornam primordiais em atividades envolvendo grandes profundidades e, por isso, pedem projetos com cargas mais elevadas”.

O projeto no qual a Sapura Diamante estará auxiliando será desenvolvido no campo de Atapu, na Bacia de Santos, em uma distância de 200 km da costa do estado do Rio de Janeiro, em lâmina d’água de 2.300 metros. A expectativa é de que a embarcação consiga auxiliar de maneira produtiva na reestruturação e instalação dos dutos flexíveis dos projetos da Petrobras na área.

Relacionados
Mais recentes