MENU
Notícias
Menu
Início Navio-Patrulha da Marinha está atracado em Macaé e oferece visitação para comemorar a fundação da Vila de Macaé

Navio-Patrulha da Marinha está atracado em Macaé e oferece visitação para comemorar a fundação da Vila de Macaé

julho 28, 2022 às 2:15 pm
Compartilhe
Siga-nos no Google News
Navio-Patrulha da Marinha
Navio-Patrulha da Marinha (Reprodução: divulgação)

Entre os dias 29 e 31 de julho, em comemoração ao 209º Aniversário da Cidade de Macaé, o Navio-Patrulha da Marinha (NPa), Macaé, confeccionado pela Marinha do Brasil, e que leva esse nome como uma homenagem à cidade.

Atualmente atracado no Terminal Portuário de Imbetiba, está aberto para visitação da população local, das 9h às 17h.

Conforme nome da Marinha do Brasil, o propósito para a abertura de visitação pública do Navio-Patrulha durante a comemoração da Fundação da Vila de Macaé é a disseminação da mentalidade marítima para a população macaense. Desta forma, os moradores poderão conferir de perto como é a estrutura de um navio marinho, além de outras informações.

Artigos recomendados

Em nota, ela informou que o Navio-Patrulha da Marinha foi incorporado a Marinha do Brasil em dezembro de 2009, e tem como missão patrulhar, para garantir a vigilancia e defesa do litoral, as áreas maritimas costeiras e as plataformas de petroleo, além disso, ele também visa repreender as atividades licitas, como pesca ilegal, narcotrafico, contrabando, poluição do ambiente marinho e terrestre, entre outro, além de realizar operações de busca esalvamento em sua área de respnsabilidade no país.

Neste sentido, o navio possui 54,2 metros de comprimento, 9,3 metros de boa e 2,5 metros de calado.  Além disso, ele possui deslocamento de 500 toneladas, com a sua carga plena, uma velocidade de 25 nós, autonomia de 2,500 milhas náuticas, enquanto é atropelado por 36 militares da Marinha, sendo 5 oficiais e 30 praças. O navio ainda conta com o capitão de corveta, Fernando Antonio Fraga Cordeiro dos Santos, que comanda a embarcação.

Atualmente, o Navio-Patrulha da Marinha está ancorado no Porto Engenheiro Zephyrino Lavenerè Machado Filho, que é conhecido na região como Porto de Imbetiba, localizado na Avenida Elias Agostinho, 665, em Imbetiba. A visitação está aberta de forma gratuita aos interessados, entre os dias 29 e 31 de julho.

Uma recomendação da Marinha é que, devido às características específicas e limitações do local, como bebedouros e banheiros, além de outras peculiaridades do navio, como a existência de escadas com acessos aos compartimentos, sejam evitadas durante a visitação, crianças abaixo de 5 anos de idade e pessoas com dificuldades de locomoção~ção.

Navio-Patrulha da Marinha já desembarcou em Fortaleza

No último mês de junho, o Navio-Patrulha Araguari, pertencente à Marinha do Brasil, estava atracado e aberto para visitação pública e gratuita no Porto de Mucuripe, em Fortaleza. A visitação ocorreu devido às atividades alusivas às comemorações do bicentenário da Independência do Brasil, que ocorrerá neste ano.

Leia mais: Novas oportunidades! Vagas para marinheiro de máquinas e convés estão disponíveis no RJ; confira como participar.

A Navio Araguari tem como tarefa patrulhas as águas jurisdicionais brasileiras, que ficam na extensa área marítima sob jurisdição do Comando do 3º Distrito Naval, que está presente nos estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Alagoas. Além de também estar presentes nos arquipélagos de Fernando de Noronha e de São Pedro e São Paulo, e a da reserva biológica de Atol das Rocas.

O navio teve a sua construção realizada no Reino Unido pela empresa BAe Systems, sendo um navio militar que possui requisitos comerciais de construção, além de maior autonomia e capacidade de permanência. Outra coisa é que ele pode apoiar outras embarcações e populações isoladas.

Outro ponto fundamental do navio é que ele possui a capacidade de atender a operações afastadas de sa basa, o que é um grande diferencial para esse tipo de embarcação. O que envolve busca e salvamento, patrulhas e inspeções navais, combate ao contrabando nacional, tráfico internacional de entorpecentes, descaminho, e auxílio a desastres.

Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais. Não esqueça de comentar e compartilhar.
Facebook Facebook
Twitter Twitter
LinkedIn LinkedIn
Google News Google News

Relacionados
Mais recentes