Início Maersk se une à The Ocean CleanUp para projeto de redução de plástico nos oceanos

Maersk se une à The Ocean CleanUp para projeto de redução de plástico nos oceanos

dezembro 10, 2021 às 9:35 am
Compartilhe
Siga-nos no Google News
A Maersk está com uma parceria com a The Ocean CleanUp que visa reduzir a quantidade de plástico nos oceanos
A Maersk está com uma parceria com a The Ocean CleanUp que visa reduzir a quantidade de plástico nos oceanos. Fonte: Divulgação

A Maersk está com uma parceria com a The Ocean CleanUp que visa reduzir a quantidade de plástico nos oceanos e utilizará tecnologia de limpeza para isso

A preocupação com o estado atual dos rios e oceanos sempre foi um ponto para a organização holandesa The Ocean CleanUp e, durante esta última segunda-feira, (06/12), alguns representantes da empresa comentaram acerca da parceria com a Maersk para um projeto que utilizará uma tecnologia de limpeza para reduzir a quantidade de plástico nos mares.

Leia também:

The Ocean CleanUp continua com seus esforços para reduzir os impactos do plástico nos oceanos 

A The Ocean CleanUp é uma organização holandesa sem fins lucrativos que tem como principal objetivo reduzir o número de plástico nos oceanos e rios e torná-los mais limpos. O projeto atual da empresa no qual a Maersk faz parte como parceira tem como objetivo reduzir em cerca de 90% a quantidade de plástico nos oceanos, que já somam cerca de 14 milhões de toneladas métricas de microplásticos, segundo a agência científica nacional da Austrália, CSIRO.

Mette Refshauge, vice-presidente de Comunicações Corporativas e Sustentabilidade da Maersk, comentou acerca da parceria com o The Ocean CelanUp e destacou a importância para os projetos futuros da companhia, afirmando que “Como um operador marítimo responsável, estamos empenhados em garantir que os mares possam permanecer um ambiente saudável para as gerações vindouras. Portanto, estamos muito satisfeitos, não apenas em prolongar, mas também ampliar o acordo de parceria iniciado em 2018”.

O local atual onde a organização atua é a região conhecida como ilha do lixo do oceano pacífico (Pacific Ocean Garbage Patches, em inglês), com uma extensão de 1,6 milhão de quilômetros quadrados, que possui cerca de 1,8 trilhão de pedaços de plástico. Assim, a organização se juntou com a empresa para uma ajuda mútua e chegar ao resultado final de reduzir 90% do plástico nos oceanos até o ano de 2040. 

Parceria da Maersk com o The Ocean CleanUp está em fases iniciais, mas já apresenta resultados favoráveis ao projeto

O projeto de tecnologia de limpeza dos oceanos já se encontra em desenvolvimento pelo The Ocean CleanUp há cerca de 5 anos e já ocorreram os testes do modelo 001, que não obteve muito sucesso. No entanto, com a chegada da Maersk, o projeto já conseguiu um avanço e, apesar de estar em fases iniciais, o modelo 002 já está mostrando resultados mais favoráveis para a limpeza dos mares nos próximos anos. 

Lonneke Holierhoek, Diretor de Ciência e Operações da The Ocean CleanUp, comentou acerca da parceria com a Maersk e da importância da chegada da empresa para que o projeto pudesse dar passos mais longos e avançar em relação aos testes iniciais da tecnologia de limpeza dos mares. O executivo ainda afirmou que “O apoio nos últimos três anos foi inestimável para levar adiante nossa missão”.

A Maersk tem oferecido suporte ao The Ocean CleanUp com alguns serviços de manuseio logístico de ponta a ponta, além de estar organizando a implantação de tecnologia de sensor científico a bordo da própria frota da Maersk, para mapear o plástico flutuando nos mares. O que se espera agora é que as empresas consigam avançar ainda mais com o projeto e que a iniciativa se espalhe e chegue à novos parceiros para que o resultado final seja alcançado.

Relacionados
Mais recentes